5 mitos sobre smartphones desmentidos

smartphone
Por mais simples que a tecnologia possa se tornar, quem não conhece mais profundamente suas facetas mais técnicas está suscetível a acreditar em certos mitos que chegam à sabedoria popular. Com smartphones, não poderia ser diferente. O Sul do Mundo fez um levantamento de histórias que o povo conta sobre os celulares inteligentes que não passam de ficção. Vamos à lista?

  1. Bateria viciada – Algo muito comum de se ouvir nos primeiros anos da chegada dos celulares ao consumidor doméstico é que deixar a bateria carregando por muito tempo a deixaria viciada. A afirmação já foi até verdadeira, mas desde que os smartphones adotaram como padrão as baterias de íon-lítio capazes de identificar quando não há mais necessidade de carga, esse medo se tornou um mito.
  2. Só carregar quando chegar ao fim – Há quem diga que é necessário esperar o celular descarregar por completo antes de colocá-lo no carregador. No entanto, a afirmação não só é infundada, como na verdade o ideal é fazer o exato oposto. As baterias modernas tem a vida útil baseada em um número pré-determinado de ciclos, que são momentos de carga completa da bateria. Carregando de pouco em pouco, evita-se gastar um ciclo inteiro de uma vez.
  3. smartphoneCelular dá câncer – O fato de que celulares emitem radiação logo gerou um mito de que o uso do aparelho pode causar câncer. Seja o no cérebro ou de próstata – para homens que carregam o celular no bolso – a “sabedoria” popular diz que a radiação dos smartphones pode te matar. Mas, na verdade, não há prova alguma de que isso de fato aconteça. Sem contar que estamos expostos a radiação emitida de vários lugares diferentes, por que culpar logo o celular?
  4. Megapixels – Quando as câmeras digitais começaram a se popularizar, logo os “megapixels” se tornaram o principal chamariz para a publicidade. Com a chegada das câmeras aos celulares, o marketing em cima do número de pixels captados se intensificou. No entanto, a quantidade de pixels não interfere tão drasticamente na qualidade da foto quanto outros fatores como conjunto de lentes, capacidade de receber luz, zoom ótico...
  5. Resolução de tela – Assim como os megapixels, a resolução de tela virou recurso de marketing. Hoje já é possível encontrar celulares com display Full HD ou com câmera 4K. No entanto, para que o olho humano possa perceber a diferença entre resoluções tão altas, é necessária uma tela muito maior que a de um smartphone. Dizem, inclusive, que só é possível perceber a diferença entre 720p e 1080p em monitores de, pelo menos, 42 polegadas.

Como pode perceber, a maior parte dos mitos é gerada por causa de mudanças na tecnologia ou por fins de marketing. Smartphones são, na verdade, muitos mais simples do que parecem. No entanto, o ser humano gosta de complicar. Ainda bem que existe o Sul do Mundo para tornar a internet menos complicada!

Tags: Hardware, Mitos, Smartphones, Sul do Mundo, Tecnologia

voltar para Blog Sul do Mundo

show tsN fwR fsN center|left fwR tsN|left fwR tsN show|bnull|||news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|uppercase c05s|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||