Internet das coisas: solução ou fim do mundo?

INTERNET

A Internet das coisas é um assunto muito debatido por estudiosos das novas tecnologias de comunicação. Em tempos em que até o mais banal dos objetos cotidianos podem receber o título de smart, os interessados se dividem entre dois pontos de vista: estamos melhorando nossa qualidade de vida ou caminhando para um assustador apocalipse?

Se, por um lado, ter todos os objetos da casa conectados à internet pode ser legal e trazer algumas facilidades, por outro surge o questionamento “é realmente necessário?”. Além do risco, comentado por alguns dos detratores da Internet das Coisas. Que risco? Confira quais são as preocupações de estudiosos contra ter tudo conectado.


O smartapocalipse

Existe um software chamado GasWatch. Ele serve como um controlador digital da quantidade de gás propano dentro de uma casa. Normalmente, isso é feito com um medidor manual localizado junto à fonte do Gás. Com o GasWatch (ligado uma fonte smart, é claro) esse controle e manutenção é feito através do celular. Muito prático, não? Mas é aí que mora o perigo!

internet

Atualmente, o software presente na maioria desses dispositivos simples que se conectam à internet é uma versão simplificada do Android. Afinal, dificilmente uma geladeira ou uma tranca de bicicleta poderá ter hardware suficiente para rodar sistemas mais complexos. Assim, a opção limitada é a única opção. No entanto, esta opção pode trazer sérios problemas de segurança ao seu lar.

Quanto mais simples for o sistema que se conectar à internet, mais limitada deve ser a criptografia e segurança de rede. Dessa forma, fica mais fácil para hackers e outros mais intencionados furarem a segurança e terem acesso a esses dispositivos. Imagine, então, o caso que seria se qualquer um pudesse regular a quantidade de gás em sua casa, desligar a geladeira e, o pior de tudo, mexer na sua geladeira!

Esse, então, é o principal argumento dos que defendem que estamos nos tornando dependentes demais da internet e que seria melhor deixar alguns dispositivos continuarem a operar de forma manual. Há, no entanto, quem diga que esse medo é exagero , pois, com toda certeza, acreditam que os desenvolvedores poderão tornar essas conexões mais seguras.

Qual é a sua opinião? Estar conectado é um risco ou uma oportunidade? Não deixe de dar sua resposta nos comentários ou nas redes sociais! E, é claro, continue seguindo o Blog Sul Internet para mais informações sobre internet e tecnologia.

Tags: fim do mundo, Internet, internet das coisas

voltar para Blog Sul do Mundo

show tsN fwR fsN center|left fwR tsN|left fwR tsN show|bnull|||news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|uppercase c05s|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||